Paredes de Gaiola


S
ão normalmente paredes estruturais num misto de madeira e alvenaria de pedra.

A armação da madeira, ficava embebida no maciço de alvenaria, à face da parede interior, permitindo que em caso de sismo o edifício desmoronasse, mantendo íntegra a gaiola tridimensional.

Este tipo de paredes de um modo geral num edifício antigo desempenham funções estruturais importantes, devido à sua organização especial.

Com efeito mesmo que não recebam directamente cargas verticais, estas paredes têm um importante papel no travamento geral das estruturas, mediante a interligação entre paredes, pavimentos e coberturas, decisiva para a capacidade resistente global do edifício durante a ocorrência de um sismo, dissipando a sua energia.

Pela sua grande importância, as paredes de gaiola são aliás, um exemplo muito particular de paredes divisórias que, generalizando-se um pouco por todo o País, caracterizam toda a construção Pombalina.

 





   
topo

© 2002 - 2017 Paulo Jones